Joomla!

Sunday, Sep 24th

última atualização05:12:37 PM GMT

Você está aqui: Painel do Leitor

Painel do Leitor

E-mail Imprimir

Festa na Pinheiro Guimarães

Moradores da rua Pinheiro Guimarães, em Vila Zelina, estão insatisfeitos com eventos realizados e programados para acontecer na via. Segundo os reclamantes, há alguns meses conseguiram inúmeras assinaturas para evitar o programa municipal “Rua Aberta” e mesmo assim, a rua tem sido palco de eventos da Polícia Militar, como o que está programado para acontecer amanhã e domingo.

Segundo a Subprefeitura de Vila Prudente, a Coordenadoria de Planejamento e Desenvolvimento Urbano (CPDU) da unidade informou que a festa em questão necessita de Alvará de Autorização para eventos com capacidade aproximada de 5 mil pessoas, cujo oficio de solicitação foi enviado à Secretaria Municipal de Licenciamento. A Folha entrou em contato com o órgão e aguarda um esclarecimento.
A reportagem procurou também o 21º Batalhão da PM, que não se posicionou até o fechamento da edição.

Estacionamento irregular

“Sou morador da avenida Sapopemba, 2188, e estou com problema de estacionarem em frente à minha garagem, impedindo a entrada e saída com o carro. Desde que inauguraram um grande comércio próximo à minha casa venho tendo transtornos. No dia da inauguração, apesar da guia ser rebaixada, o local não foi respeitado. Resolvi na semana seguinte colocar duas placas de proibido estacionar e assim mesmo carros continuaram sendo largados em frente a minha garagem. Liguei para a CET solicitando providências e não obtive solução. No último fim de semana coloquei dois cones em frente e para minha surpresa, a pessoa os retirou e colocou na calçada para estacionar o veículo. Liguei novamente para CET e não obtive êxito. Já liguei quatro vezes para o órgão de trânsito desde o início dos problemas e não tive retorno”, e-mail encaminhado pelo leitor José Carlos Tamasiro.

A Folha entrou em contato com a CET, que não se manifestou até o fechamento da edição.

Falta de sinalização

“Informo a falta de sinalização para travessia de pedestres em um importante e movimentado cruzamento da região: rua Montesina, esquina com o acesso à avenida Salim Farah Maluf. Os pedestres que descem pela rua Montesina não conseguem visualizar o semáforo existente. Não sabemos quando o sinal está aberto ou fechado. O local é bastante movimentado, pois há um supermercado que atrai muitas pessoas. A sinalização para pedestres facilitaria muito e, consequentemente, traria mais segurança aos transeuntes”, e-mail encaminhado pelo leitor Diego Fruche.

A Folha questionou a CET e aguarda um posicionamento.

Falta de medicamentos
“A maioria dos postos de saúde da região estão com falta de remédios básicos, como Omeprazol, Losartana, entre outros, há mais de três meses. A resposta é sempre a mesma, que não chegou e não há previsão”, e-mail encaminhado pelo leitor Ademir Ubeda Caruano.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que houve aumento de 30% no consumo de medicamentos e insumos este ano em relação a 2015, resultado do aumento de pacientes na Rede Municipal e da crise econômica. Foi ressaltado que a média mensal de pessoas que retiram remédios e insumos passou de 520 mil para 676 mil, o que alterou os estoques e o planejamento e, por isso, nova compra dos medicamentos Omeprazol e Losartana está em andamento. Foi esclarecido ainda que a falta de medicamento também está associada ao não cumprimento dos contratos por parte dos fornecedores que, neste caso, são multados pela Prefeitura.

Ponto de ônibus
“Gostaria de saber o motivo da linha de ônibus 4025/10 Metro Tatuapé - Vila Califórnia possuir um ponto de parada na rua Jose Reis quando se dirige ao Metro Tatuapé e na volta não passa por essa rua, apesar da via ter dois sentidos. Solicito a implantação de pelo menos um ponto de parada nesta rua no sentido para a Vila Califórnia”, e-mail encaminhado pela moradora da Vila Prudente Fátima de Carvalho Nunes.

A São Paulo Transportes (SPTrans) informou que o itinerário da linha foi alterado no dia 26 de novembro, passando a atender as áreas de maior interesse da região. O órgão ressaltou que há dois pontos para o atendimento da linha na avenida Anhaia Mello, entre a rua Itamumbuca e a avenida Francisco Falconi, paralelos à rua José dos Reis.

Área verde cercada
A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) cercou com alambrado o terreno situado na rua Solidônio Leite, 2178, ao lado de um condomínio de prédios. A área era habitada por uma moradora em situação de vulnerabilidade social, com mais de 20 cães e gatos. Nos últimos dois meses vários moradores do entorno foram atacados por esses cães quando caminhavam pela calçada. O assunto foi divulgado pela Folha na edição do dia 21 de outubro.

No final do mês passado uma comissão de moradores conseguiu também convencer a moradora a deixar o terreno.

FALE COM A FOLHA VP

Quer esclarecer dúvidas com
nossos repórteres? Fale conosco.