Joomla!

Friday, Aug 18th

última atualização05:12:37 PM GMT

Você está aqui: Fique Antenado Você está aqui: AACD Mooca ganha primeiro parque adaptado de São Paulo

AACD Mooca ganha primeiro parque adaptado de São Paulo

aacdA unidade Mooca da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) conta com um playground com brinquedos adaptados para as crianças que fazem atendimento no local. O espaço também fica aberto à comunidade com o objetivo de integrar os pequenos com e sem dificuldades motoras. É o primeiro parque infantil deste tipo na cidade de São Paulo. A iniciativa é do executivo Rudi Fisher, que após perder a filha Anna Laura, de três anos, viajou a Israel, onde conheceu projeto parecido e resolveu implantá-lo no Brasil. O parque na AACD Mooca ganhou o nome de Anna Laura.

Fisher é um profissional do mercado financeiro que em 2012, havia decidido passar mais tempo com a família. Largou a bem-sucedida carreira em um banco para trabalhar em casa e ficar mais próximo de sua filha. Mas, no mês seguinte, a menina morreu tragicamente em um acidente de carro. “Estava com uma viagem marcada para Israel, para um evento de família. Eu e minha esposa decidimos fazer a viagem, mesmo após o ocorrido. Lá, conhecemos uma associação que tinha um pequeno parque com um único brinquedo inclusivo. Achamos fantástico e pensamos em trazer essa ideia para o Brasil. Aprendi que deveria realizar algo positivo em nome de Anna Laura para ajudar a elevar sua alma”, declarou Fisher.

aacd2De volta ao Brasil, com várias ideias na mente, procurou a AACD que abraçou a iniciativa e passou a colaborar com o projeto, disponibilizando terapeutas para ajudar a projetar os brinquedos, ao lado de engenheiros e arquitetos voluntários.

Ao todo são 10 peças no local, como balanços, escorregador, trepa-trepa, cama elástica, entre outros. “Foi tudo muito bem pensado e desenvolvido para atender os portadores de mobilidade reduzida. Esse espaço tem sido bastante utilizado. Várias atividades podem ser desenvolvidas nos brinquedos e é visível a satisfação e a motivação das crianças quando estão no parque. Em pouco tempo de uso já sentimos a evolução de alguns pacientes”, comenta a fisioterapeuta Simone Carvalho.

Além dos pacientes, quem também demonstra entusiasmo são os familiares das crianças. “Ficou muito legal. Deixava de levar meu filho em parques porque era muito difícil colocá-lo nos brinquedos. Agora ele tem essa oportunidade que o deixa muito feliz!”, comentou a dona de casa Quênia Gomes, 23 anos, que mora no bairro Perus, na zona norte e leva seu filho duas vezes por semana na unidade Mooca da AACD, onde faz tratamento.

A iniciativa foi tão positiva que Fisher já planeja implantar mais parques em São Paulo e em outras cidades brasileiras, como Recife e Porto Alegre.

Integração

O parque Anne Laura não é voltado exclusivamente para a reabilitação dos pacientes da AACD. Fica aberto ao público de segunda, quarta e sexta-feira, das 10 às 12h e de terça e quinta-feira, das 15 às 17h. “O objetivo é justamente integrar as crianças com e sem deficiência para que acabem as diferenças e todos possam se sentir bem!”, explica a fisioterapeuta.

AACD – Mooca: rua Taquari, 549. Telefone: 2081-6199.

aacd1

Comentários 

 
0 # 21/05/2014 00:43
Ótima iniciativa...
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
0 # 17/02/2016 17:11
Trabalho com um de[censurado]do distrital em Brasilia. Gostaria de saber como trazer o projeto para nossa região.
Responder | Responder com citação | Citação
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

FALE COM A FOLHA VP

Quer esclarecer dúvidas com
nossos repórteres? Fale conosco.